Quem somos

Diante da discussão sobre a revisão da Lei de Cotas, 12.711/2012, que ocorreu em 2022, a Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN) percebeu a necessidade de organizar o Observatório e Agência de Impactos da Ações Afirmativas que pretende fortalecer o debate munindo diferentes setores sociais com uma base de dados sólida para produção da argumentação em prol da proteção, manutenção da referida lei e aperfeiçoamento de critérios que beneficiem a população negra. Considerando o cenário político desfavorável às ações afirmativas, o embate sobre o tema tende a ficar acirrado, redirecionando os esforços para assegurar, ao menos a manutenção da vigência da referida lei.

Neste sentido, somos um Observatório de Impactos das Ações Afirmativas e uma Agência de conteúdos antirracistas, compondo a Agenda em prol das Ações Afirmativas. Você encontrará aqui uma Landing page que vincula as diversas fontes de dados sobre as ações afirmativas, uma estrutura com fonte de dados consolidados, que permite análises de impacto das políticas de ações afirmativas a partir das quais podem ser produzidas argumentações jurídico-políticas para mobilização de setores sociais, mídias e agentes das instâncias decisórias.
Desse modo, pretende-se subsidiar a sociedade civil e agentes políticos para a construção, fortalecimento e/ou implementação das Ações Afirmativas para população negra no Brasil.

Equipe:

lilian-amorim-carvalho

Lilian Amorim Carvalho

Mestra em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Maringá-PR (UEM). É pesquisadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-Brasileiros (NEIAB-UEM), com pesquisa na área de Educação das Relações Étnico-Raciais (ERER) e políticas públicas. Atua em projetos da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN) voltados à implementação e aprimoramento das ações afirmativas.

matheus-borsato

Matheus Borsato

Discente do curso de Jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e criador de conteúdos para plataformas midiáticas, impressas e televisão.

tulane-souza

Tulane Souza

Mulher preta, crespa, periférica, mãe da Larissa, Jornalista, Especialista em políticas educacionais e inovação pela Escola de Inovação e Políticas Públicas da Fundação Joaquim Nabuco/EIPP FUNDAJ (2018). Mestra em Educação pela UFPE (2017), Doutoranda em Educação.

delton-felipe

Delton Felipe

Delton Aparecido Felipe - Diretor da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), professor Doutor da Universidade Estadual de Maringá - Paraná. Pesquisador - Visitante da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas - São Paulo (FGV-SP) e Investigador do Núcleo de Estudo Interdisciplinares Afro-Brasileiros da Universidade Estadual de Maringá-Paraná (NEIAB-UEM), Conselheiro Consultivo da Ouvidoria Geral do Estado do Paraná (2019-2021), Conselheiro do Conselho Permanente de Direitos Humanos do Paraná - COPED (2021-2023).

Apoio:

logo-tide-full